domingo, 11 de janeiro de 2009

I just want to hold you in my arms (e muito, muito mais) ;)


Far away
This ship has taken me far away
Far away from the memories
Of the people who care if I live or die

Starlight
I will be chasing a starlight
Until the end of my life
I don't know if it's worth it anymore

Hold you in my arms
I just wanted to hold you in my arms

My life
You electrify my life
Let's conspire to ignite
All the souls that would die just to feel alive

I'll never let you go
If you promise not to fade away
Never fade away

Our hopes and expectations
Black holes and revelations
Our hopes and expectations
Black holes and revelations

Hold you in my arms
I just wanted to hold you in my arms

Far away
This ship has taken me far away
Far away from the memories
Of the people who care if I live or die

I'll never let you go
If you promise not to fade away
Never fade away

Our hopes and expectations
Black holes and revelations
Our hopes and expectations
Black holes and revelations

Hold you in my arms
I just wanted to hold you in my arms
I just wanted to hold

Starlight . Muse

:) Soube... ontem, que vou a Portugal muito, muito em breve. Momento ansiado, mais do que esperado e terrivelmente sonhado durante mais de... 5 meses. Sim, cinco meses longe de quem amo. Não só dos dois que aparecem às vezes aqui no blog com posts e palavras dedicados a eles, mas também aos muitos outros amigos que nem sabem que este espaço existem. À avó também, embora já sei que sou sempre culpada por ter menos saudades dela do que das outras pessoas que quero ver quando vou aí. :P E o porquê desta música?... Bem, uma sensação de dejá vu talvez. Ou melhor, conheço-me. E sei que quando voltar, lá para os princípios de Fevereiro, vou sentir-me... mal. Porque vai acabar o que electrifica a minha vida. Que me faz sentir especial. Vai ter que ser posto no tal canto especial decorado (que escrevi num poema qualquer à um tempo atrás) e vou ter que passar ao nível da amizade. Porque "I don't know if it's worth it anymore"... Valer a pena vale... Mas temos os nossos defeitos humanos que não deixam que este romantismo à distância continue durantes anos a fio sem encontros previstos. É impossível de sustentar. e no futuro muito provavelmente vai criar muito mais problemas e desilusões do que coisas boas. Como é que eu tenho capacidade para raciocionar assim, não sei. Por isso mesmo é que escrevo isto já hoje, porque quando voltar vão ser as memórias do tempo que passei aí, as lágrimas do que teve que ser acabado por circunstâncias... cruéis. Porque o amor, às vezes não chega. Mas a amizade, pode continuar. Grande, enorme. "I'll never let you go, if you promise not to fade away."

*suspiro*

8 comentários:

Ricardo disse...

O amor anda mesmo no ar! :)

Beijo :)

Ianita disse...

Menina... esta música!!!

Adoro adoro adoro!! Mesmo!

E ter alguém a quem a dedicar é do melhor... felicidades!

Kisses

Ianita disse...

(esqueci-me de dizer, que as coisas valem sempre a pena... que o amor persiste a tudo. Mesmo que se ponha no pause, pode-se voltar a ele depois... eu sei que sim! Força!)

Lize disse...

Ricardo, anda :) Muitooo :P

Ianita, quem e que nao gosta desta musica ahah? E maravilhosa :D E sim, e essa a ideia... talvez, um dia... :) Eu gostava que sim :)


Beijocas

O Profeta disse...

Um tecto feito de estrelas
A Lua brinca com fios de luz
Um cometa passou rasante
Um coração o outro seduz

Com palavras!
Vestidas da cor da ironia
Quando ditas da forma certa
Há sempre quem nelas confia


Boa semana



Mágico beijo

Lize disse...

O Profeta :) O Objectivo do post não era que escrevessem coisas mais bonitas do que aquilo que eu escrevi! :P Estou a brincar :) Adorei o poema...

Uma óptima semana para ti também, e volta sempre :)


Beijocas

Anita disse...

Muse...que espectáculo!!!Uma das minhas bandas preferidas:))) e que bom que o amor paira por cá:))) sente-se logo no ar:)

Beijinho

Lize disse...

Anita, é uma banda espectacular :D


Beijocas, e volta sempre :)