sábado, 29 de novembro de 2008

"Agarra-me esta noite"


"Onde estiveres, eu estou
Onde tu fores, eu vou
Se tu quiseres assim
Meu corpo é o teu mundo
E um beijo um segundo
És parte de mim

Para onde olhares, eu corro
Se me faltares, eu morro
Quando vieres, distante
Soltam-se amarras
E tocam guitarras
Por ti, como dantes

Agarra-me esta noite
Sente o tempo que eu perdi
Agarra-me esta noite
Que amanhã não estou aqui

Agarra-me esta noite
Sente o tempo que eu perdi
Agarra-me esta noite
Que amanhã não estou aqui"
Pedro Abrunhosa

2 comentários:

PAULO LONTRO disse...

"...Agarra-me esta noite
Que amanhã não estou aqui..."
Sabes que a vida passa depressa, mas passa mesmo ao nosso lado, porquê não pedir-lhe boleia mais vezes...?

Lize disse...

Paulo, é uma boa ideia... Vamos lá ver se ela me dá...

Beijocas