quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Pride & Prejudice



Ontem fiquei até às 3 da manhã a ver este filme. Conhecia-lhe o nome, nunca o tinha visto de uma ponta à outra.
E AMEI. 
Orgulho e preconceito, muito orgulho e muito preconceito. Mas no fim, quando o amor é forte, supera tudo. 
A história de amor entre Lizze e o Mr. Darcy mexeu comigo como à muito um filme não mexia. Aquelas borboletas na barriga simplesmente por ver o amor no olhar deles... Esqueci-me que eram actores e que era um mero filme. Para mim, aquela história poderia ser a minha à uns séculos atrás. Os vestidos longos e rodados, o amor sem ter a complicação de "ele só está comigo para ter aquilo que quer". Os casamentos arranjados eram mais que muitos, mas as noivas encaravam isso como uma obrigação, algumas eram até felizes com o conforto e as mordomias apesar de não terem o amor e a paixão. Mas também havia quem arranjasse o amor, a paixão, o conforto, tudo... 
Enfim, Pride and Prejudice mostrou a minha faceta romântica a 100% :)
E mostrou-me também que o que eu mais gostava que um homem fosse (para além de honesto e fiel) era que tivesse a coragem e o amor suficiente por mim para LUTAR por nós, no matter what. Esta reflexão vem do filme e depois de uma relação estar a chegar ao fim. Uma pessoa vai aprendendo com a vida :P

4 comentários:

Adriana Zardini disse...

Lize, se você gostou desse vai adorar a série de 1995 ou então do livro! Depois faça uma visitinha lá no meu blog sobre a escritora.

Bernardo disse...

ainda bem que gostas-te

Lily disse...

Eu vi-o no cinema quando saiu, e adorei!!!
Está na minha lista dos filmes para rever brevemente :)

Zeze disse...

A Vida é complicada, é preciso saber Vive-la á medida...

Beijoka