quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A cada recordação, uma memória, um pensamento...


"Por mais distância que nos separe, estás e estarás sempre aqui, no coração e na felicidade da tua fofinha «3

Escrito no dia 03/02/09


O sentimento de perda e saudade começa a ferver em mim... Já não há razão para me levantar da cama com uma felicidade enorme;
Tu não me vais vir buscar... Não vou pôr os meus braços à tua volta, sentir o vento e a chuva no meu rosto, o teu cheiro misturado com o ar que sabe a sal do mar ali tão perto... Não vou almoçar convosco...
Vocês não vão almoçar comigo... Não vou sentir a amizade tatuada a cada beijo que me cumprimenta, a cada frase direccionada para mim.
O amor nos meus olhos e nos meus lábios, nas minhas mãos e no meu corpo, fica guardado. Trancado a sete chaves, até o poder largar novamente.
Começo a sentir-me vazia de felicidade...
As lágrimas que vocês choram pela minha partida não mudam nada...
As lágrimas que fogem de mim e os passos que dou sem voltar atrás mudam ainda menos...
Mas ainda tenho mais uns minutos contigo meu amor...
Vem rápido... Depois disso choro.
Depois de chorar, penso nos nossos momentos e sei que vou sorrir. Penso na amizade e vou-me rir.
E a esperança, essa, continua a permanecer.
Escrito no dia 04/02/2009 às 12.21 pm

24 comentários:

Salto-Alto disse...

A saudade e as despedidas são algo difícil de superar. E a espera então...

Beijocas!

Lize disse...

Salto-Alto, pois... é mesmo...


Beijocas :)

Blad3 disse...

pff ;P
Deixar fluir :)

Ricardo disse...

E é mesmo assim que se tem que pensar! :)

Beijo

Moura ao Luar disse...

As boas recordações fazem-me tão feliz ;-)

Delfim Peixoto disse...

É bom recordar e ter Esperança
bjnhs

Bruno Fehr disse...

Podemos não acreditar, pode ser difícil mas das duas uma, ou há um reencontro, ou tudo é superado. Nao existe outra hipótese.

O Profeta disse...

Quantas memórias tem o teu...?


Doce beijo

Lize disse...

Blad3, eu deixo :P mas custa

Ricardo, verdade :)

Moura ao Luar, :) sem dúvida!

Delfim Peixoto, eu preferia viver e pensar só no hoje :P Mas ter coisas boas para recordar já não é mau.

Bruno Fehr, concordo. Concordo tanto que depois de publicar este post e tudo o mais, voltei à Figueira, por razões que não estava à espera. Houve reencontro. Depois disto, mais uma partida. E o resto, logo se vê.

O Profeta, muitas memórias...

Beijocas a todos :)

Nelson Soares disse...

Podem muito bem ser os piores sentimentos que podemos sentir... Despedidas e saudade. E não há nada ou se há é muito pouco que possamos fazer para amenizar os danos que nos causam. Mas há que ter coragem de olhar em frente e acreditar em dias melhores...


Stay Well

Lize disse...

Nelson Soares, "Mas há que ter coragem de olhar em frente e acreditar em dias melhores..."

I will :) É uma promessa que tenho de fazer a mim mesma.

Beijocas :)

Papinha disse...

Espero que estejas bem por cá...sei bem o que é amar à distância e não poder partilhar o meu dia a dia com aqueles que amo... é difícil...
Mas aproveita cada momento, a vida encarregar-se-a de nos congratular!!

beijinhos e diverte-te muitooooo

P@pinh@

PAULO LONTRO disse...

Estás longe do Porto?

PAULO LONTRO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sanxeri disse...

Bem, sei o que isso é. É tortuoso termos quem amamos longe de nós.

Lize disse...

Papinha, aproveitar o momento, como diz a vodafone, é mesmo o que tenho de fazer. :)

Paulo Lontro, os meus pais já estiveram NO Porto, mas eu fiquei cá por baixo, na Figueira :P E daqui não saio.. só mesmo quando tiver que ser. :P

Sanxeri, muito totuoso... Mas há-de recompensar. :)


Beijoocas :)

Jane Doe disse...

Eu queria mesmo era comentar o texto da volta a Pt.

Espero que sejas feliz nestes dias que estás lá!

E afinal... braços à volta, amizade tatuada, amor nos lábios...

:D

O Profeta disse...

Construí um abrigo no deserto da emoção
Os vales são as ruas de um Deus
Fecha-se a alegria da terra
Um último olhar de amor, solto dos olhos teus

Na noite tudo se perde
Mora a sombra, o desvario
A indomável vontade do amor
Tem a força de um Rio

Boa semana


Mágico beijo

White_Fox disse...

Espero que corra td bem ctg
bjs

Zeze disse...

Olá
Ainda bem que continuas aqui no nosso jardim a beira mar plantado, as recordações são algo de bom que devemos sempre recordar...

Beijoka

Lize disse...

Jane Doe, texto de volta a Portugal, não há :P É esquisito, mas sempre que cá venho faltam-me as palavras para descrever aqui o que sinto, aconteceu, etc. Fica tudo guardadinho, mas cá dentro de mim, não em posts cheios de palavras e comentários. Sou e estou feliz sim :)

O Profeta, "
A indomável vontade do amor
Tem a força de um Rio"

De um Rio e tanto mais :) Leva tudo à frente :)

White_Fox, também espero que sim. Avizinham-se mudanças. :)

Zeze, recordar, sempre :)


Beijocas a todos e obrigada pelos comentários mesmo quando eu ando desaparecida do mapa :P

Puzz disse...

volta para os estates.. queremos ler coisas :)
obviamente que estou na brincadeira!
Eras bem vinda, tinhas era de escrever uns posts de vez em quando!

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras

Boa semana


Bom carnaval


Doce beijo

Lize disse...

Puzz, expliquei neste post que acabei de escrever hoje o motivo da minha ausência. Ao início não tinha internet, agora tenho mas não posso abusar :P Mas hoje estou de volta pelo mínimo de tempinho que seja :)

O Profeta, inspirador o teu poema :)
Boa semana para ti também :)

Beijocas aos dois